Baixa tolerância a frustação

Posted by: dev Comments: 0

Um dos grandes problemas do sofrimento psicológico da atualidade é a baixa tolerância à frustração. Isso é, basicamente, quando você sente um intenso desânimo ou tristeza, uma queda de energia logo depois de uma falha, fazendo com que você acabe desistindo de uma atividade ou propósito.

Todo mundo nasce com baixa tolerância à frustração. Você já reparou como o mundo de uma criança desaba quando ela quer fazer algo e não consegue?

Conforme a pessoa cresce, de tanto se frustrar e recomeçar, ela aprende a controlar o emocional e se adaptar ao mundo, ao invés de querer que o mundo dê tudo para ela.

O que faz seu cérebro aumentar a tolerância à frustração é treiná-lo para encontrar soluções criativas para cada problema. A frustração vira um jogo de quebra-cabeça que precisa ser solucionado.

Agora imagine se toda vez que alguém tiver um problema, outra pessoa correr para resolver? A pessoa vê a frustração como o fim do mundo, e não como uma nova e criativa solução. E não vai se desenvolver no sentido de olhar o problema sob novas perspectivas.

Se você foi uma criança com baixa tolerância à frustração e não aprendeu a lidar com desafios, pode estar sofrendo consequências hoje na fase adulta. Contudo, nada impede que você reverta o ciclo. Arrisque-se! Quando acontecer um fracasso, elabore a situação e procure encontrar 2 ou 3 novas soluções.

PENSE! Que tipo de criança você foi?
Que tipo de adulto você tem sido?

Leave a Reply

Your email address will not be published.